As 10 motos mais vendidas em 2108

Segundo o site motoo.com.br, das dez motos mais vendidas em 2018, nove são da Honda e apenas uma Yamaha. Com o preço da gasolina nas alturas, as motos estão se tornando o meio de transporte mais viável, tanto nas grandes metrópoles, como no campo.

A crise fez as vendas de motos despencarem até 2017, totalizando sete anos em queda. Em 2018 teve uma boa reação, onde o segmento cresceu 10,47% no acumulado até dezembro, segundo dados da Fenabrave – Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores, totalizando mais de 940 mil unidades emplacadas, principalmente as de baixa cilindrada.  

1º lugar – Honda CG – 160 – 253.266 vendidas

CG 160 cor dourado e cinza ajustado
O Painel Honda CG-160 2018 é totalmente digital

A Honda CG 160 é uma motocicleta para estrada fabricada pela Honda. Possui uma potência maior em relação a sua antecessora, a CG 150, e torque superior – de 1,51 kgfm, ante 1,45 kgfm. A CG 160 2019 é oferecida em três novas cores: vermelho perolizado, azul perolizado e prata metálico e em 03 versões de acabamento. Ela é encontrada nos modelos Fan, Titan, Cargo e Start.

2º Lugar – Honda NXR – 160 – 121.494 vendidas

A nova Honda NXR 160 tem partida elétrica e freio mecânico a tambor nas duas rodas

A Honda NXR 160 BROS é uma motocicleta fabricada pela Honda. Desde o fim de sua predecessora, 150 BROS, é uma das motos mais vendidas do Brasil. Pertecence à categoria on-off road. Desde 2019 é fabricada apenas a versão ESDD: Electric Starter: Partida elétrica e freio mecânico a tambor nas duas rodas.

3º lugar – Honda Pop 110i – 82.843 vendidas

A trunfo da Honda Pop 110i é a economia. Ela faz 55 km por litro de combustível

O grande trunfo da Honda Pop 110i fica para a economia. Durante os testes conferimos um consumo médio de 55 km por litro. Como ela conta com um pequeno tanque de combustível com capacidade para 4,2 litros, com essa média é possível obter cerca de 230 km de autonomia com um tanque.12

4º lugar – Honda Biz – 110i – 67.863 vendidas

O 3º lugar ficou com a Honda Pop 110i que é também o modelo mais vendido do mundo

Na prática não há muito a analisar numa moto cujo sucesso mundial é notável. Basta notar que esse tipo de veículo (CUB – Category Uper Basic – categoria básica superior) é o mais vendido do mundo. Aqui no Brasil muito a chamam de motoneta, mas o que realmente interessa é que a Biz é a terceira moto mais vendida no Brasil, mas em vários países asiáticos só esse tipo de moto que se vende e é o que se vê circulando por lá. Uma curiosidade sobre a designação desse tipo de moto como Cub é que dentro do segmento básico – ciclomotores – a Cub é o degrau superior. Depois delas estão os scooter e as pequenas motocicletas, que aqui chamamos de categoria street.

Caracterizada pela robustez e economia, a Biz destacou-se neste teste pela excepcional marca de consumo de combustível, alcançando 47,09 km/litro de média, tendo sido a melhor marca 48,8 km/litro no anda para urbano. Em trechos de avenidas e pequenos trechos rodoviários, a média cai um pouquinho porque o acelerador está mais tempo em aceleração máxima. Contudo, definitivamente a Biz 110i não é uma moto para uso em rodovias ou estradas. Sua aceleração é limitada e a velocidade máxima não passa dos 100 km/h no velocímetro, o que na unidade avaliada corresponde a 86 km/h no GPS.

5º lugar – Honda Biz – 125 – 66.309 vendidas

A Nova Honda Bis 125 é 100% digital e continua econômica como sempre

Quer pilotar na cidade de um jeito mais prático? Vá de Biz 125 com câmbio semi automático que permite uma pilotagem mais fácil.
Tomada 12V – Agora, a nova Biz carrega você, o garupa e ainda sobra energia para carregar seu celular. Com tomada 12 V, a nova Biz é mais moderna e parceira do que nunca.
Painel 100% Digital – A nova Honda Biz 125 é igualzinha a você: 100% digital. É isso mesmo, o painel da Biz ficou todinho digital e mais completo.
Econômica como sempre – A Honda Biz continua econômica como sempre. Quem já teve uma Biz sabe que ela é muito parceira e que, quando o assunto é economia, não tem pra ninguém. Com um tanque de 5,1 litros de capacidade dá até para escolher qual combustível você quer usar, gasolina ou etanol.

Publicidade


Carros, motos e triciclos. A proteção veicular mais completa do Rio.

6º Honda PCX – 30.485 vendidas

É uma excelente opção para quem busca um modelo diferenciado, econômico, com ótimo custo benefício

Sinônimo de mobilidade, liberdade e alta tecnologia, a Honda PCX é a scooter mais vendida do país e é ideal para o público que prioriza praticidade, facilidade de pilotagem e agilidade nos grandes centros urbanos. Sempre com características inovadoras, a PCX mantém o exclusivo sistema “Idling Stop”, que permite o desligamento e funcionamento automático do motor, reduzindo o consumo de combustível e a emissão de poluentes. O novo design, com conjunto de carenagens com linhas retas e harmônicas e as lâmpadas em LED para o farol, lanterna e indicadores de direção, deram à PCX um estilo ainda mais atual, jovem e esportivo. Outro importante destaque é o novo período de garantia, inédito na categoria agora com três anos, sem limite de quilometragem e com fornecimento gratuito de óleo em sete revisões.
É uma excelente opção para quem busca um modelo diferenciado, econômico, com ótimo custo x benefício e baixo custo de manutenção.

7º Honda CB Twister – 30.251 vendidas

Essa moto oferece uma combinação de tecnologia, conforto e segurança

Se o assunto são motocicletas modernas e inovadoras com certeza a Honda CB Twister 2019 aparecerá entre as mais citadas, por esse motivo preparamos para esse post detalhes sobre esse lançamento Honda que vem para aquecer o mercado.

Honda CB Twister 2019 oferece uma combinação e tecnologia, conforto e segurança em uma motocicleta que tem tudo para ser mais um sucesso da montadora.

8º Honda CG 125 –  28.413 vendidas

O modelo é bastante procurado por motoboys devido seu baixo valor e grande resistência

A Honda CG 125 foi uma motocicleta utilitária desenvolvida e fabricada pela Honda, criada com o propósito de ser um meio de transporte prático para a locomoção urbana. Foi durante anos, a motocicleta mais vendida no Brasil. O modelo é bastante procurado por motoboys devido seu baixo valor e grande resistência.

9º Yamaha Factor 150 – 24.423 vendidas

O completo painel de instrumentos 100% digital que a Factor 150 adotou tem como diferenciais o marcador de marchas e o conta-giros.

A Factor 150 chega robusta, potente, confortável e ao mesmo tempo econômica e bonita. O modelo foi pensado para ser uma eficiente ferramenta de trabalho, como também uma excelente companheira no dia-a-dia, além de ser uma excelente alternativa ao transporte público. O modelo oferece um desenho moderno, evidenciado pelas tomadas de ar injetadas em polipropileno com textura hexagonal esportiva e também pela lanterna traseira bipartida. Isso sem falar do completo painel de instruentos 100% digital, que adotou como diferenciais o marcador de marchas e o conta-giros.

10º Honda XRE 300 – 23.815 vendidas

Uma das novidades da XRE 300 é que agora existirá a versão Adventure com freios ABS vindos de série

Por ser uma motocicleta muito acessível economicamente, as vendas foram enormes, superando todas as expectativas possíveis.

A Honda aposta que os modelos fabricados para 2019 devem seguir os mesmos padrões de qualidade, inclusive, uma das novidades é que agora existirá a versão Adventure com freios ABS vindos de série.

Carros, motos e triciclos. A proteção veicular mais completa do Rio.

Leave a reply